segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Discordando de Caio sobre agosto.

Começo minhas palavras usando as de Caio. “Para atravessar agosto é preciso, antes de tudo, paciência e fé.” Paciência pra uma nova adaptação e fé pra acreditar que tudo irá bem, que coisas e pessoas boas virão e junto com elas a tal da felicidade que Deus é quem sabe que eu preciso. Para atravessar agosto também é necessário reaprender a dormir, dormir pouco, mas com gosto. Agosto pode ser também um mês sem amores. Um mês à espera dele. Pode ser um mês em que você pense, durante as noites, em nada. Ou no horário em que vai ter que levantar no outro dia. Não precisa arranjar uma Natália Lage, um Antônio Bandeiras, um João não sei das quantas para amar ou pensar durante as noites. Agosto pode ser um mês pra se encher de amor. Amor próprio. Agosto pode ser também um ótimo mês pra se começar a faculdade. Não procurar escapismos, apenas receber as novas obrigações e se concentrar nelas. Mas o principal de agosto é ir, sobretudo, em frente. E, se possível, ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto.

Foi incrivelmente diferente discordar de Caio. 

6 comentários:

  1. Ótima escolha para começar o mês de Agosto.
    Apesar deste trazer a frente o A que no latim indica NÃO, acredito que este mês trará mais gostos, principalmente o gosto de acordar de manhãzinha de bom humor, chegar aos compromissos de sorriso de orelha a orelha, e conhecer sim, alguém muito bacana que queira compartilhar essa loucura que é viver.

    Sabe, Lívia, criei uma crença, talvez não totalmente minha, mas acredito que atraímos o que queremos. Então desejo de coração tua felicidade, e que tu as deseje também, para que ela venha neste agosto, em setembro, em outubro, em toda a vida.

    Um beijo doce.

    ResponderExcluir
  2. Ainda estou pensando sobre Agosto. Rende grandes reflexões. Quando algumas fichas caírem eu volto e conto, rs. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Que espaço maravilhoso!
    Lhe seguindo...
    Me faça uma visita, ficarei feliz.

    Bela semana Lívia. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Quando vi o título do texto, comecei a ler mais por curiosidade do que por vontade. Me indaguei "Como pode alguém discordar Dele?" mas li, e fiquei admirado ao me deparar com um texto tão bem escrito. Maravilhosa discordância. Bom agosto para você. Para nós.

    ResponderExcluir
  5. Agosto do paladar
    do sabor que vem
    ao abraço na malha
    o perfume da lembrança....

    Agosto do olhar
    no contorno, muito bem!
    Já sabemos quem somos
    frente aos espelhos
    ou ladrilhos espalhados
    ou nas poças da chuva
    entre Narciso e Eco,
    nossa mitologia se forma
    mês a mês do calendário
    à parede das nossas normas...

    Agosto...

    Para seu post
    Edu Lazaro

    ResponderExcluir